Minicursos trazem temas importantes a serem discutidos em sala de aula
a
TWITTER
b
FACEBOOK
x
INSTAGRAM
r
YOUTUBE

 

Minicursos trazem temas importantes a serem discutidos em sala de aula

21/05/2019


Minicursos trazem temas importantes a serem discutidos em sala de aula


Hoje aconteceu o segundo dia do Ciclo de Estudos e os alunos tiveram a oportunidade de participar de diversos minicursos, com temas muito importantes para a formação acadêmica. Entre os temas trabalhados em sala de aula estão: violência doméstica, racismo, vulnerabilidade do consumidor, direito de família, entre outros.

Marcel Ferreira dos Santos, Juiz de Direito em Maringá, apresentou o minicurso: “Plano de saúde: vulnerabilidade do consumidor e a insuficiência do CDC”, que explicou sobre os planos de saúde, mais especificamente sobre a jurisprudência, atualizando os alunos sobre o SPJ (Sistema de Publicações Judiciais), envolvendo várias situações. Segundo Marcel, o tema é bem amplo e envolve a análise da parte da constituição federal de saúde. “O minicurso é importante porque ele é algo inovador em Maringá e ele tem várias frentes então você tem temas relacionados à diversas áreas, isso propicia o aluno a uma visão ampla, sistêmica e uma reflexão muito produtiva”, comenta o juiz.

No minicurso ministrado pelo Professor Paulo Vitor Palma Navasconi tratou sobre as desigualdades do Brasil e o racismo que atinge todos os povos. O papel desse minicurso é entender a nossa história e discutir sobre esses assuntos. “Enquanto homem negro é difícil, e ao mesmo tempo assustador, ver casos de pessoas se machucando por conta do racismo, do preconceito que sofrem pela cor, raça, seja o que for. Enquanto psicólogo, eu me sinto impotente às vezes, e esse espaço que o minicurso nos dá é muito importante para falarmos de um assunto como este”, explica o professor. Com o passar dos anos, as pessoas vem mudando suas atitudes, porém temos muito no que avançar ainda. “Por mais que exista essa melhora esse crescimento, ainda a gente vai verificar um retrocesso muito grande no sentido de pessoas “autorizadas” a discriminar uma pessoa por sua cor de pele. Nós temos que romper com o silêncio e questionar o estado e as instituições", explica o professor e psicólogo.

Ainda tivemos o minicurso “Metendo a colher nas situações de violência doméstica”, que abordou as práticas profissionais, principais aspectos da Lei Maria da Penha e como trabalhar nessas situações de violência. “O assunto deve ser trabalhado de maneira interdisciplinar, que é todas as disciplinas e profissões juntas tentando dar conta dessa situação e atendendo a mulher integralmente, e claro todos os setores públicos, porque não é uma coisa só que leva uma mulher a sofrer uma situação de violência”, explica a psicóloga e mestre Lorena Maria da Silva.

Os alunos também interagiram bastante com as aulas, tirando suas dúvidas e discutindo sobre suas vivências. “O minicurso realmente foi surpreendente, mais do que eu esperava, e foi falado sobre algo que vou utilizar tanto no meu dia-a-dia pessoal, como na minha rotina profissional”, comenta Sueli Hassuno Kasaki, aluna da graduação em Direito.

Assessoria de Comunicação - UNIFCV


 

 

Compartilhe com seus amigos:

 

Voltar