Palestra sobre refugiados abre o XIV Ciclo de Estudos
a
TWITTER
b
FACEBOOK
x
INSTAGRAM
r
YOUTUBE

 

Palestra sobre refugiados abre o XIV Ciclo de Estudos

21/05/2019


Palestra sobre refugiados abre o XIV Ciclo de Estudos


Aconteceu nessa segunda-feira (20) a primeira palestra do XIV Ciclo de Estudos da UNIFCV. A palestrante foi a Especialista em Direito Público e professora de Direito Internacional e Humanos, Ana Carolina Sampaio Pascolati, que abriu o evento falando sobre refugiados.

A palavra está em alta, e refere-se a uma pessoa que foi obrigada a deixar seu país devido a motivos externos, podendo ser desde guerras até perseguição de raça, religião ou opinião política. De acordo com o Comitê Nacional para os Refugiados, o Brasil reconheceu até o fim de 2017 um total de 10.145 refugiados das mais diversas nacionalidades.

Este número traz uma série de entraves para o Brasil, que apresenta dificuldades estruturais, não conseguindo abrigar todos esses refugiados. Entretanto, existem medidas que podem ser aplicadas para mudar essa situação.

Segundo a Professora Ana Carolina o assunto não deve ser ignorado ou deixado de lado devido a sua importância. “Durante a palestra vamos estudar os desafios e as perspectivas do Brasil e do mundo com um viés dos direitos humanos, respeitando os refugiados, preocupando-se com o indivíduo e respeitando as pessoas. Os alunos vão aprender de forma ampla e geral sobre o assunto e, como o país se posiciona diante o tema”, afirma a palestrante.

A professora acredita que o Brasil ainda precisa evoluir muito na forma que lida com os refugiados, mas que, sem dúvidas, está caminhando perante essa evolução. “Embora o Brasil seja um país que se preocupa com direitos humanos, possuindo até mesmo uma lei de refugiados importante que é elogiada por outros países, a efetividade ainda é meio lenta, o que faz com que andemos com passos curtos. Aí que entra a palestra, para ajudar os alunos a entenderem mais sobre esse assunto”, comenta a professora.

Fazer a diferença

Durante a abertura do XIV Ciclo de Estudos, o reitor da UNIFCV, José Carlos Barbieri, afirmou que a sociedade precisa de jovens corajosos, que queiram aprender e fazer a diferença na sociedade atual. “O jovem precisa pegar a formação nas mãos e sair da sala de aula, sempre buscando por mais conhecimento. Jovens corajosos que queiram aprender a fazer a diferença, é disso que precisamos. É importante ter o controle da sua formação e saber como agir”. O reitor ainda ressalta, “Ou você faz uma faculdade bem feita, buscando conteúdos complementares ao ensino, ou então não faz, não há meio termo”.

 

Assessoria de Comunicação - UNIFCV


 

 

Compartilhe com seus amigos:

 

Voltar