Governo estuda medidas para facilitar o Fies
a
TWITTER
b
FACEBOOK
x
INSTAGRAM
r
YOUTUBE

 

Governo estuda medidas para facilitar o Fies

28/04/2016


Governo estuda medidas para facilitar o Fies


O Ministério da Educação (MEC) anunciou que pretende modificar algumas regras para obtenção do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Com as mudanças ficará mais fácil conseguir o benefício, já que o teto de renda das pessoas elegíveis ao programa poderá ser ampliado. Atualmente, só podem acessar o Fies pessoas com renda de até 2,5 salários mínimos. A proposta é a ampliação para 3,5 salários mínimos.

 

As instituições de ensino também poderão ser autorizadas a aumentarem em até 10% o número de vagas disponíveis para o programa, desde que seu número de alunos beneficiados pelo Fies seja menor do que o total de bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni).

Outra mudança trata da redução, de R$ 100 para R$ 50, do valor mínimo da mensalidade paga por um estudante beneficiado pelo Fies.

O governo também flexibilizou o arco de cursos beneficiados pelo programa. A participação dos chamados cursos prioritários (Engenharia, área da Saúde e Pedagogia) caiu de 70% para 60% do total de vagas oferecidas.

 

Está prevista ainda uma espécie de “anistia” para os casos de atrasos na liberação dos financiamentos. Muitos estudantes fazem a matrícula, não recebem a bolsa a tempo e acabam abandonando os cursos. Quando isso acontecer, ele terá direito à mesma vaga no semestre seguinte.

 

O por que da mudança 

O anúncio foi feito após o MEC apontar que, segundo levantamento, quase metade das 250 mil vagas de financiamento do primeiro semestre não foram preenchidas.

O Fies ofereceu 315 mil bolsas no ano passado, 50% menos em relação as 735 mil concedidas em 2014. O programa beneficia hoje 2,1 milhões de estudantes.

 

Inscrições 

Junto às mudanças, o ministério anunciou que as inscrições serão feitas entre 14 e 17 de junho.

Podem concorrer os estudantes que tenham participado de uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desde 2010, cuja média das provas seja igual ou superior a 450 pontos e a nota da redação seja acima de zero. 

O resultado será publicado em 20 de junho. Os selecionados terão a partir do dia 21 seguinte para a conclusão da inscrição do SisFies. 

As vagas remanescentes receberão inscrições no mês de agosto. 

 

 

Assessoria de Comunicação – FCV 


 

 

Compartilhe com seus amigos:

 

Voltar